Você Poderá Utilizar Bepantol Para Tatuagem: Sim Ou Não?

A primeira música da exibição foi “Sem Hora Com o objetivo de Voltar”, do álbum novo. Depois, vieram hits neste instante populares do público, como “ Não É Normal”, “Inimigo Invisível”, “Bem Ou Mal” e “Pela Última Vez” . As próximas escolhidas na banda, “Hoje O Céu Abriu” e “Estrada”, também vieram do último CD.

Advertisement

Antes de cantar novamente, Di anunciou que a próxima música porventura será o novo Fazendo O Emprego Produtivo Da Ferramenta do NX. O nome dela é “Ligação” . Toda gente neste momento sabia a letra toda! A banda ainda cantou “Além de Mim”, “Espero a Minha Vez”, “Cartas Para Você”, “Cedo Ou Tarde”, “Razões e Emoções” (com justo a fotos da banda com fãs no telão), “Incompleta”, “Onde Estiver”, “Daqui Com o intuito de Frente” e “Só Rezo” .

O mais fofo foi que, na hora de “Espero A Minha Vez”, videos caseiros dos integrantes do NX criancinhas passaram no telão. Do álbum “Em Comum”, os meninos ainda tocaram “ O Paulistano Que Desenhou O Logotipo Do Uber ”, “Espero Um Sinal” e “Maré” . E a Mari Rios, namorada do Di, acompanhou o show todo de pertinho, no camarote. Ela não parou de cantar nem um minuto! Pro ano que vem, o NX Zero prometeu clipes novos e vários outros shows para os fãs da banda. A gente mal podes esperar!

Bilheteria na produtora Pequena Central (Rodovia Conde de Irajá, 98, Botafogo): 10h/16h (ter. a qui.). Dragão Voador Teatro Contemporâneo. Integrante da Trilogia da Matéria da qual bem como realizam parcela Manifesto Ciborgue e Paisagem Nua -, a comédia dramática aborda com ironia, humor e uma pitada de absurdo temas como consumo, desperdício, necessidade, lixo, luxo e alienação. Encenado por Cris Larin, Raquel Rocha, Leonardo Corajo e Lucas Gouvêa, o espetáculo é fundamentado no postagem Profanações, do filósofo italiano Giorgio Agamben, que trata da comunidade de consumo e do descarte da matéria.

Direção de Joelson Gusson (70min). Livre. Estreou em 4/5/2012. Espaço Cultural Sérgio Porto (100 lugares). 30,00. Bilheteria: a partir das 17h (sex. a dom.). ✪✪✪ CABARET, de Joe Masteroff (texto), John Kander (música) e Fred Ebb (letras), com adaptação de Miguel Falabella. O musical dramático ficou famoso após a versão cinematográfica dirigida por Bob Fosse, em 1972, com Liza Minelli no papel principal. Nesta produção é Claudia Raia quem representa a personagem, a prostituta e cantora Sally Bowles, à frente de 21 atores, acompanhados por catorze músicos.

Advertisement

A trama é ambientada pela decadente residência noturna Kit Kat Club, que funcionava pela capital alemã em 1931. Este local é dominado pelo Mestre de Cerimônias, representado por Jarbas Homem de Mello, que dá a melhor atuação do elenco. Ao longo da história principal, a inglesa Sally se apaixona pelo escritor americano gay Cliff Brad-shaw (Guilherme Magon), de quem engravida. Em paralelo, é assediado o romance entre a tolerante alemã Fräulein Schneider (Liane Maya) e o judeu Herr Schultz (Marcos Tumura). Direção de José Possi Neto (150min, com intervalo).

  • O trabalho vocal
  • 5 5ª temporada
  • Tantas mudancas enfraqueceram os cães - uma mera infecção de pele podes ser fatal para o bull
  • 7 Exposição no Brasil
  • Filme:Sustentabilidade // um - Desperdício de água (1)
  • Filme:Meio ambiente por Inteiro - Trabalhadores rurais (1)
  • As dez coisas que uma mãe de menino necessita saber! Duzentos views | under De Mãe pra Mãe
Advertisement

14 anos. Estreou em 30/3/2012. Teatro Oi Moradia Vasto (926 lugares). 180,00. Bilheteria: 15h/20h (ter. e qua.); 15h/21h30 (qui. e sex.); Doze horas/22h (sáb.); 15h/ 19h30 (dom.). Video & Animação : todos. Cd: todos. 8,00 por duas horas). ✪✪✪✪ EM NOME DO JOGO, de Anthony Shaffer, com tradução de Marcos Daud. Drama policial do autor inglês, estreou em 1970, com o título original de Sleuth.

Dois anos depois, obteve a primeira montagem brasileira, batizada O Jogo do Crime, traduzida por João Bethencourt e encanada no Teatro Glória por Paulo Gracindo e Gracindo Jr. Na realização atual, com excelente tradução de Marcos Daud, Marcos Caruso e Emilio de Mello divertem-se em cena. Ao encontrar que o cabeleireiro italiano Milo Tindolini (Mello) tem um caso com tua mulher, o escritor de romances policiais Andrew Wyke (Caruso) oferece ao rival uma proposta com cheiro de arapuca. Essa é a deixa para uma série de reviravoltas na narrativa, em que a cada momento um dos personagens parece estar no comando da situação.

Advertisement

No assunto apropriado pra trama, com alçapões e paredes falsas, um assassinato, a entrada em cena de um detetive e outros acontecimentos guiam a sessão eletrizante até o encerramento imprevisível. Direção de Gustavo Paso e Fernando Philbert (90min). 14 anos. Estreou em 23/3/2012. Teatro Maison de France (352 lugares). 80,00 (sáb. e dom.). Bilheteria: a partir das 15h (sex. a dom.). UMA HISTÓRIA À MARGEM, de Ricardo Chacal. Poeta, escritor, dramaturgo, compositor, performer e produtor cultural, o autor prontamente atuou nos espetáculos Café Satie e A Vida É Curta com o intuito de Ser Pequena.

Share This Story

Get our newsletter